Ana Winter - Advogados em Balneário Camboriú | Como proceder em casos de crimes virtuais?
ANA WINTER ADVOCACIA - ADVOGADOS - Balneário Camboriú - Somos uma banca advocatícia situada em Balneário Camboriú – SC, que presta consultoria jurídica voltada à prevenção, redução de custos e solução de conflitos...
Advogados em Balneário Camboriú
1037
post-template-default,single,single-post,postid-1037,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode_popup_menu_push_text_right,footer_responsive_adv,qode-child-theme-ver-1.0.0,qode-theme-ver-11.0,qode-theme-bridge - bc sites,wpb-js-composer js-comp-ver-5.1.1,vc_responsive
 

Como proceder em casos de crimes virtuais?

Como proceder em casos de crimes virtuais?

Os crimes virtuais são cometidos através da internet e podem gerar inúmeros prejuízos para as vítimas, por isso é importante saber como proceder para assegurar a punição do criminoso.

Conforme os relatórios da Norton Cyber Security, o Brasil é o segundo país com o maior número de crimes virtuais no mundo, porém, muito se engana quem acha que a impunidade é garantida na vida online, pois existem leis que amparam as vítimas e asseguram a punição ao criminoso. A Lei nº 12.965/2014, chamado de Marco Civil da Internet dispõe sobre os direitos e deveres dos internautas e além disso, já em 2012, a Lei 12.737, conhecida como Lei Carolina Dieckmann tipificou como crime a invasão de computadores para a violação de dados dos usuários. Recentemente, o Código Penal Brasileiro foi atualizado para criminalizar o compartilhamento de fotos e vídeos pornográficos sem o consentimento, abrangendo também a divulgação de estupro. Vale ressaltar que qualquer outro crime com assento legal no Código Penal que seja cometido por meio da internet também é passível de punição, por isso listamos aqui como você deve proceder em caso de crime virtual:

– Salve todos os dados que puder comprovar a prática do crime: e-mails, print screen, conversas em rede social etc;

– Dirija-se a um cartório e registre os arquivos em uma ata notarial;

Entre em contato com o seu advogado e vá até a uma delegacia de polícia e registrar um boletim de ocorrência sobre o fato.

Produzido por Débora Borralho

Advogada

OAB/SC 53.273

Telefone: (47) 99784-7542



Visit Us On FacebookVisit Us On InstagramVisit Us On Linkedin