3 curiosidades sobre a venda de férias do empregado - Ana Winter - Advogados em Balneário Camboriú
ANA WINTER ADVOCACIA - ADVOGADOS - Balneário Camboriú - Somos uma banca advocatícia situada em Balneário Camboriú – SC, que presta consultoria jurídica voltada à prevenção, redução de custos e solução de conflitos...
Advogados em Balneário Camboriú
1203
post-template-default,single,single-post,postid-1203,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode_popup_menu_push_text_right,footer_responsive_adv,qode-child-theme-ver-1.0.0,qode-theme-ver-11.0,qode-theme-bridge - bc sites,wpb-js-composer js-comp-ver-5.1.1,vc_responsive
 

3 curiosidades sobre a venda de férias do empregado

3 curiosidades sobre a venda de férias do empregado

1- O empregado pode converter 1/3 (um terço) do período de férias a que tiver direito em abono pecuniário. Assim, pode o empregado optar por vender até dez dias, no máximo, de suas férias.
.
.
2- Caso o empregado decida vender suas férias, o patrão não pode recusar. Entretanto, no caso inverso, não pode o patrão obrigar o empregado a vendê-las.
.
.
3- O pedido de venda de férias precisa ser realizado até 15 (quinze) dias antes do fim do período aquisitivo. Decorrido esse prazo, o empregador não é obrigado a concordar com tal requerimento.
.
⚠LEMBRE-SE: a época da concessão das férias será a que melhor consulte os interesses do empregador, conforme artigo 136 da CLT.
.
💭☎ Precisa de maiores esclarecimentos a respeito do assunto? Entre em contato conosco!
.
.
👩🏼‍💻 Confeccionado por Heloisa Volpato Martins.
___________________________________________.
.
🖇 Ana Winter Advocacia & Assessoria Empresarial (OAB 4.392).
📲 ‪(47) 99958-5819‬.
☎ ‪(47) 2122-3183‬.
📍Rua 3.500, 215, sala 01, centro, Balneário Camboriú/SC.